7 Chás diuréticos naturais para desinchar a barriga de forma saudável

156
Chá de gengibre diurético

Os chás diuréticos são excelentes no processo de desinchar e desinflamar o organismo. Confira neste artigo, 7 receitas de chás que poderão te ajudar com a retenção de líquidos.

Não é nenhuma novidade que todos buscam perder algum peso a mais ou aquela gordurinha que não larga o seu corpo. Entretanto, algumas pessoas têm a sensação de que não importa o que façam, o corpo permanece da mesma forma.

Essa visão que temos pode estar associada a um inchaço devido ao acúmulo de toxinas no corpo, devido a ingestão de alguns ingredientes, produtos e tipos de comida que não fazem bem ao organismo. Espalhadas pela internet existem diversas receitas que prometem resultados rápidos, mas nem todas são seguras.

O ideal é entrar em contato com um profissional da área, um nutricionista, que possa te auxiliar durante uma dieta de desintoxicação. Porém, existem alguns chás que, se usados da forma correta, podem te ajudar de forma natural e saudável a diminuir esse inchaço que tanto incomoda.

Chás diuréticos em dietas

Coadjuvante em umas e protagonista em outras dietas, os chás diuréticos são os mais procurados para quem procura desinchar o corpo sem o auxílio de medicamentos, de forma saudável e eficaz.

Hoje, nutricionistas já indicam algumas dietas baseadas em chás como a Dieta do Limão ou a Dieta do Chá Verde, você pode conversar com o seu médico e criar um plano com a inclusão de chás para te ajudar no processo de emagrecimento.

Muitos deles não apenas auxiliam na perda de peso através da diurese, mas também servem como importantes termogênicos que te ajudam a perder ainda mais peso durante exercícios físicos. Um exemplo é o chá verde, indicado em alguns pré-treinos, de acordo com o perfil do atleta.

Tratamento e desintoxicação do corpo com chás diuréticos

Além de serem importantes complementos em dietas, os chás diuréticos são excelentes no auxílio do tratamento de inflamações no organismo, pois o corpo necessita de água para a produção de urina e eliminação de toxinas presentes no sistema, quando é ingerida pouca quantidade de água ocorre a retenção de líquidos.

Essa retenção parece simples, inicialmente, mas a longo prazo pode causar diversos problemas de saúde. A retenção pode aparecer também por consumo de sal ou sódio em excesso e causa inchaço em várias partes do corpo, como pernas, abdômen, mãos, entre outros.

Com o tempo, a retenção de líquidos pode causar desde problemas renais até insuficiência cardíaca, por isso a importância dos chás diuréticos. Eles ainda podem te ajudar a tratar infecções urinárias, por causarem uma grande produção de urina que levará a limpeza do canal urinário.

Com tantos benefícios, fica quase impossível não os colocar na sua dieta, mas lembre-se que é importante ter acompanhamento médico para não exagerar na diurese e provocar outros problemas no organismo.

Chás diuréticos: chá verde

7 receitas de chás diuréticos naturais

Existem diversos tipos de chás com folhas que possuem propriedades diferentes e que podem ajudar a emagrecer, a desinchar ou proporcionar uma melhor digestão. Algumas pessoas fazem também um mix de folhas para uma melhor resposta do organismo.

Conheça, agora, os 7 tipos de chás diuréticos naturais melhores e mais usados em dietas e receitas.

Chá de dente-de-leão

Algumas pessoas consideram o dente-de-leão uma erva daninha, mas essa flor possui alguns benefícios e ainda possui vitaminas e nutrientes, como vitamina C, vitamina B6 e minerais. Entre os benefícios, o chá pode ser usado no alívio dos sintomas de quem sofre de gota e reumatismo, já que diminui o inchaço das mãos e pés.

O preparo desse chá é bem simples.

INGREDIENTES

  • 15 gramas de folhinhas de dente-de-leão
  • 250 ml de água mineral

MODO DE PREPARO

Em uma panela, coloque os 250 ml de água para ferver.

Quando a água estiver em ponto de fervura, borbulhando, desligue a panela e coloque as folhinhas de dente-de-leão para que fiquem em infusão. Deixe por apenas 10 minutos. Em seguida, coe o chá e sirva-se.

ATENÇÃO: O uso desse chá não deve ser feito durante a gravidez.

Chá verde com abacaxi

O chá verde é bastante conhecido por sua ação diurética e termogênica, já que contém cafeína em sua composição. Além disso, o chá é benéfico para o controle de peso, pois possui catequinas, um tipo de polifenóis que auxilia na quebra de gordura, segundo alguns estudos.

Ao combinar o chá verde ao abacaxi, uma fruta diurética, essa bebida é potencializada e age muito mais no processo de desinchar o corpo.

INGREDIENTES

  • 1/2 litro de água mineral
  • 2 pedaços de abacaxi em rodelas
  • 1 colher e meia de sopa de chá verde

MODO DE PREPARO

Em uma panela, coloque o meio litro de água com as rodelas de abacaxi e leve ao fogo. Deixe ferver e, quando chegar ao ponto de fervura, desligue o fogo e acrescente o chá verde, deixando por mais 10 minutos, em processo de infusão.

Depois desse tempo, coe a bebida e sirva-se. Caso prefira, o chá também pode ser consumido gelado e com algumas folhinhas de hortelã para dar um gosto a mais.

ATENÇÃO: Devido a cafeína presente no chá verde, essa bebida deve ser evitada por mulheres grávidas e que estejam amamentando e por crianças.

Chás diuréticos: chá de hibisco

Chá de hibisco

O chá de hibisco é um dos queridinhos entre os chás diuréticos e quem faz dieta de emagrecimento. Além de combater a retenção de líquidos e o inchaço, esse chá também auxilia no controle da pressão arterial, é antioxidante e termogênico, ajudando no metabolismo.

Alguns estudos afirmam que esse chá ainda reduz os níveis de colesterol e ajuda na prevenção do envelhecimento precoce.

INGREDIENTES

  • 02 colhres. de hibisco seco
  • 01 litro de água mineral

MODO DE PREPARO

Em uma panela, coloque a água mineral e leve ao fogo. Quando a água atingir o ponto de fervura e estiver borbulhando, desligue o fogo e coloque o hibisco seco. Deixe em processo de infusão por cerca de 10 minutos.

Então, coe a bebida e sirva-se.

ATENÇÃO: Se aconselha beber até 2 xícs. desse chá por dia. Além disso, o chá não é indicado a mulheres que estejam em tentativa de gravidez, por poder interagir no processo.

Chá de cavalinha

Outra excelente opção de chá diurético é o chá da cavalinha. Considerada uma das ervas melhores da área, a cavalinha combate a retenção de líquidos, filtrando e preservando os minerais essenciais para o organismo. Por isso, é uma boa escolha.

Outros benefícios do chá envolvem ações anti-inflamatórias e antioxidantes.

INGREDIENTES

  • 02 colhres. de sopa de cavalinha bem cheias
  • 01 litro de água mineral

MODO DE PREPARO

Coloque, em uma panela ou chaleira, a água mineral e leve ao fogo. Deixe atingir o ponto de fervura, borbulhando, então desligue o fogo e coloque a cavalinha. Ela ficará em processo de infusão por cerca de 10 minutos.

Depois desse tempo, coe a bebida e sirva-se.

ATENÇÃO: Indica-se beber três vezes ao dia, no máximo. Esse chá não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação e é recomendado beber por, no máximo, 7 dias, para evitar a perda de minerais pelo excesso de diurese.

Chá de salsinha

Você deve ter percebido que a grande maioria dos chás diuréticos não são indicados para gestantes, o que é um grande problema, pois as grávidas sofrem bastante com retenção de líquidos.

Uma ótima opção é o chá de salsinha, que pode ser usado pelas grávidas e é um diurético maravilhoso. Além disso, o chá melhora a circulação do sangue. Outros benefícios é a prevenção da anemia e o fortalecimento do sistema imunológico.

INGREDIENTES

  • 25 gramas ou 01 ramo de salsinha fresca, ainda com talos
  • 1/4 de limão ou do suco desse limão
  • 50 ml de água mineral

MODO DE PREPARO

Em uma panela ou chaleira, coloque a água mineral e acrescente a salsinha picada. Leve ao fogo e deixe atingir o ponto de fervura, então desligue o fogo e deixa em processo de infusão por cerca de 10 minutos.

Coe a bebida, acrescente o suco de limão e sirva-se.

ATENÇÃO: Essa bebida não é indicada para grávidas e nem para pessoas que façam tratamentos com anticoagulantes.

Chá de gengibre diurético

Chá de gengibre, limão e canela

O chá de gengibre com canela e limão, além de ter um sabor delicioso, possui características diuréticas e termogênicas, estimulando a perda de calorias através da aceleração do seu metabolismo.

Bastante indicado como pré-treino, assim como o chá verde, esse chá tem ainda ações antioxidantes e anti-inflamatórias.

INGREDIENTES

  • 01 xíc. de chá de água mineral
  • 01 pedaço do gengibre
  • Meio pau de canela
  • 03 fatias de limão com casca em rodelas

MODO DE PREPARO

Em uma panela, acrescente a água mineral,  o gengibre e a canela. Leve ao fogo e deixe atingir o ponto de fervura. Em seguida, desligue o fogo e deixe em processo de infusão de 5 a 10 minutos.

Coe a bebida e acrescente as fatias de limão. Sirva-se.

ATENÇÃO: O gengibre não é indicado para pessoas que possuem problemas gastrointestinais.

Chá de funcho

Apesar de ter a aparência semelhante da erva-doce, o funcho possui propriedades e compostos diferentes da erva-doce que conhecemos. O funcho também é um excelente diurético que ajuda a eliminar o excesso de líquido em nosso corpo, causador do inchaço.

Além disso, essa planta é muito usada em tratamentos para pressão alta, na desintoxicação do corpo, prevenção de problemas cardíacos e problemas do trato urinário.

INGREDIENTES

  • 01 xíc. de água mineral
  • 01 colh. de chá de sementes de funcho

MODO DE PREPARO

Em uma panela, coloque a água mineral e leve ao fogo. Deixe chegar ao ponto de fervura e, quando estiver borbulhando, desligue o fogo e acrescente as sementes de funcho. A bebida ficará em processo de infusão por, aproximadamente, 10 minutos.

Em seguida, coe a bebida e sirva-se.

ATENÇÃO: O indicado é beber três xícaras ao dia, no máximo. Apesar de ser segura para adultos e crianças, não se sabe ao certo sua ação em grávidas, por isso recomenda-se que fale com o seu médico e verifique a possibilidade do uso.

Cuidados ao utilizar chás diuréticos

Como visto anteriormente, os chás diuréticos são excelentes no processo de desinchar e desinflamar o organismo, reduzindo a retenção de líquidos e ajudando o corpo a eliminar toxinas.

Entretanto, é necessário ter cuidado para que o uso sem acompanhamento médico não se torne um problema ao invés de uma solução. A diurese excessiva também pode provocar a eliminação de nutrientes essenciais ao organismo, entre outros problemas causados pelo próprio princípio ativo do chá.

Portanto, antes de entrar em qualquer dieta e tomar alguma decisão, entre em contato com um profissional da área e se informe, monte um plano e descubra a melhor forma de emagrecer sem dor de cabeça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui