A gordura saturada ajuda a emagrecer

3

Sempre que iniciamos uma dieta logo vem a mente os alimentos que não poderemos consumir como gordura e açúcar, por exemplo. É sabido que gorduras, principalmente a gordura saturada pode entupir artérias, causar doenças cardíacas, e claro são as principais responsáveis pelo aumento de peso. Mas atualmente a evolução na área da saúde tem nos mostrados através de pesquisas que as gorduras saturadas naturais são importantíssimas para saúde.

É importante que as pessoas percebam  que elas são importantíssimas para a saúde, mas só quando consumidas moderadamente. O que acontece quando médicos recomendam que reduzamos a ingestão de gorduras saturadas? Substituímos por carboidratos e açúcares, que serão mais prejudiciais para nossa saúde.

Hoje aprenderemos que a gordura saturada pode fazer bem a saúde, consumida com moderação, podendo até mesmo auxiliar no emagrecimento. Em outubro de 2013, a revista Exame publicou aqui no Brasil um artigo afirmando que gordura saturada não é vilã para o coração. Citando Dr. Aseem Malhotra, um cardiologista renomado, o artigo revela um fato curioso que aconteceu durante um estudo publicado pelo British Medical Journal, o consumo de produtos com pouca gordura aumentou o risco de doenças cardiovasculares.

O consumo de gorduras saturadas naturais estimulam o aumento de testosterona, hormônio que está relacionado à evolução dos músculos (para quem pratica atividades físicas), esse hormônio também promove energia, fortalece nosso sistema imunológico e aumenta a libido.

O ácido lâurico, que é encontramos no leite materno é um tipo de gordura saturada. Então, esse tipo de gordura nos mostra mais uma vez que é importante para a saúde do organismo, pois bebês que são alimentados com leite materno são mais saudáveis e apresentam o sistema imunológico mais fortalecido. O óleo de coco é rico em ácido láurico, então você pode substituir outros óleos pelo de coco. É importante que o óleo de coco seja virgem, ou seja, não pode ser refinado, desodorizado ou submetido a qualquer processo químico.

O óleo de coco, o azeite de dendê e a manteiga de cacau são excelentes para proteger o fígado, até mesmo das lesões hepáticas provocadas por bebidas alcoólicas.

A gordura encontrada no óleo de coco retarda o esvaziamento gástrico, proporcionando uma sensação de saciedade mais duradoura. Ele faz parte do grupo de TCM (triglicerídeos de cadeia média), uma gordura de fácil absorção que produz energia rapidamente. Por isso não chega a ficar armazenada no organismo.  O óleo de coco pertence também ao grupo dos alimentos termogênicos (acelera a queima de gordura) e é um poderoso antioxidante.

Gordura-localizada-Saiba-quais-são-os-vilões-da-sua-dieta-03

O número de pessoas obesas ou com doenças cardiovasculares têm aumentado muito nos últimos anos. Se realmente a gordura saturada é a principal responsável pelo surgimento dessas doenças porque então este número tem crescido? Se médicos excluem esse tipo de gordura de nossa dieta.

Todos nós sabemos a importância de seguir uma dieta balanceada que abranja todos os grupos de alimentos, esse ensinamento é apregoado há décadas porque cada alimento possui um benefício específico que é importante para o funcionamento do nosso organismo. É importante lembrar que alguns alimentos podem nos auxiliar no processo de emagrecimento, mas não farão milagres. Devemos praticar exercícios físicos regularmente, pois a atividade física previne inúmeras doenças.

As gorduras saturadas, não devem ultrapassar 7% do total das calorias que ingerimos diariamente.

Você pode fazer seu óleo de coco em casa. Vamos aprender como.

Ingredientes:

Coco ( marrom)

Água de coco

Raspe o coco e coloque no liquidificador, em seguida vá adicionando água de coco aos poucos. A mistura não pode ficar líquida, porque depois você terá que espremê-la. Com o auxílio de uma peneira e uma luva você irá espremer a mistura para obter o líquido que será o óleo de coco. Após extrairmos esse líquido, coloque em uma panela e leve ao fogo, depois de levantar fervura deixe no fogo por mais 8 minutos. Despeje o conteúdo em um copo de deixe esfriar.  Cubra com um papel filme e leve a geladeira, deixe descansar por 2 dias. Depois é só ir retirando aos poucos a quantia que você irá utilizar.

Quando for necessário diminuir o consumo de gordura saturada, o ideal é substituí-la pelas monoinsaturadas, presentes principalmente no azeite de oliva, óleo de canola, abacate e oleaginosas (castanha do Pará, amêndoas, nozes, castanha de caju).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui