Chá de Melissa: conheça os benefícios dessa erva usada para melhorar a saúde física e mental

74
chá de melissa

Chá de Melissa pode ser um nome diferente, mas com certeza você deve ter experimentado esse chá e não conhece a planta. Por isso, confira neste artigo, quem é a Melissa, suas propriedades medicinais e todos os benefícios que ela fornece à saúde.

Os chás fazem parte do nosso dia a dia e são usados, commumente, na área medicinal e também em diversas dietas, com diversas ervas que possuem benefícios para o corpo e para a mente. A Melissa faz parte desse grupo medicinal e também possui um sabor delicioso.

Essa planta veio da Ásia e do Mediterrâneo, sendo amplamente usada e cultivada, por volta do século XIV, como um tônico com álcool, atendendo pelo nome de água carmelita.

A Melissa pode chegar até a 80 cm de altura e suas folhas apresentam uma coloração verde escura na parte de cima e um verde mais claro na parte de baixo. Quem possui a planta em casa, percebe que o ambiente fica perfumado, com cheiro cítrico.

Ela, como um todo, possui um odor parecido com limão, constantemente confundida com o capim-limão por conta do cheiro. Suas principais formas de consumo são na forma de chá, na forma de extrato para usar em loções e bálsamos e como óleo essencial, no tratamento natural da aromaterapia.

melissa

O chá de Melissa é famoso

Você já deve ter tomado um chá de Melissa, mas ainda não sabe. Acontece que a Melissa (Melissa officinalis) é popularmente conhecida como erva-cidreira, presente na grande maioria das casas.

Esse chá possui uma longa história, no decorrer dos séculos, com inúmeras formas de utilização. Além disso, a erva-cidreira é atribuída a Melissa, mas essa erva compreende três espécies de plantas, diferentes entre si.

O capim-santo, a Lippia alba e a Melissa são as três plantas que podem ser chamadas de erva-cidreira, dependendo do lugar onde esteja, você encontrará uma ou duas delas, pelo menos.

É comprovado que a erva-cidreira possui diversos benefícios para a saúde e, por isso, também é bastante usada até hoje.

Benefícios da erva natural

A gama de benefícios à saúde que um chá pode oferecer é enorme. A Melissa possui pontos positivos para a saúde física e mental. Por ser natural, a erva já faz bem ao organismo, além disso:

  • Auxilia no combate a infecção bacteriana, por fortalecer a imunidade e possui nas suas folhas propriedades que auxiliam na cura;
  • Relaxa os músculos ao reduzir o estresse. Por ser um calmante natural, a Melissa ajuda a manter o humor positivo e a relaxar todo o corpo;
  • Também combate a ansiedade. Da mesma forma que relaxa o corpo e diminui o estresse, o chá de Melissa age no sistema nervoso, reduzindo os sintomas e tratando também a depressão. Uma ótima ajuda para os tratamentos;
  • Dores de cabeça e cólicas menstruais também podem ser tratadas pela erva-cidreira. As propriedades medicinais da planta dilata os vasos sanguíneos, relaxando os vasos e os músculos e, consequentemente, reduzindo a tensão;
  • Sua ação diurética, antioxidante e digestiva são provenientes da ação do ácido rosmarínico, presente na planta. Junto com ele, as vitaminas e polifenóis ajuda na saúde da pele e na eliminação de toxinas prejudiciais ao corpo através da urina;
  • Perder peso também faz parte dos benefícios. Comprovado que a Melissa reduz as gorduras e impede que o tecido adiposo cresça;
  • Para quem sofre de insônia, pode contar com a erva. Você pode usar na forma de óleo essencial e colocar em um umidificador antes de dormir;
  • No tratamento de herpes, é comprovado que a erva auxilia na redução dos sintomas que o vírus causa.

Entre tantos outros benefícios que essa erva natural pode trazer.

chá de melissa

Como preparar: simples e delicioso

O chá de Melissa pode ser preparado da mesma forma que os outros. Uma grande dica para complementar o seu chá e dar um sabor diferenciado, é seguir a ideia que outros países seguem: misturar o chá com leite, a combinação é espetacular.

É mais comum encontrar o chá preto ou chá mate nessa combinação, mas você pode testar e, quem sabe, descobrir uma combinação ainda melhor. Para você, que está iniciando no mundo dessa especiaria, confere o passo a passo para fazer o chá de Melissa.

INGREDIENTES

  • 01 colh. (chá) de folhas secas de Melissa ou 02 colhs. (chá) de folhas frescas de erva-cidreira;
  • 02 xícs. de água potável;
  • 01 colh. (chá) de açúcar, adoçante ou mel, a gosto.

PREPARO

Em uma panela, coloque a água potável e deixe chegar ao ponto de fervura. Então, adicione as folhas de Melissa ou de erva-cidreira em um bule ou caneca e coloque a água fervente por cima.

Deixe por cerca de 10 minutos ou antes, dependerá se você deseja mais fraco ou mais forte. Consuma sem adoçantes ou com o de sua preferência. Caso tenha gostado da ideia da combinação com leite, basta ferver o leite no lugar da água e seguir o mesmo processo.

Contraindicações e efeitos colaterais do consumo do chá

Apesar de ser uma erva natural, podem acontecer contraindicações e efeitos colaterais devido ao seu consumo, são situações raras e que dependem muito da situação da sua saúde e do seu corpo.

Entre os efeitos colaterais, você pode encontrar problemas estomacais devido ao alto consumo do chá. O indivíduo pode experienciar náusea e vômito e dores no estômago, é necessário consumir com moderação. Tonturas e muita sonolência também foram relatadas.

Outro ponto importante são as contraindicações, quando não se pode consumir o chá. Quem estiver se preparando para cirurgias deve evitar consumi-lo, por ser um calmante pode ter interação com a anestesia.

É contraindicado para grávidas ou que estão amamentando e para quem tem alergia a plantas da mesma família que a menta. É comprovado que a planta pode ter interação com medicamentos da tireóide e HIV. Antes de consumir, verifique com o seu médico se não haverá problemas.

Água de Melissa

A água de Melissa também é conhecida como água Carmelita, um tônico potente feito do extrato da planta que concentra as propriedades medicinais e pode ser consumido todos os dias para quem sofre de ansiedade, e de problemas do aparelho gastrointestinal, como cólicas e gases.

Porém, não são todas as pessoas que podem consumir a água livremente. Por conter álcool, a água de Melissa só deve ser ministrada a crianças com menos de 12 anos se o médico liberar o uso e não pode passar de 1 mês de consumo.

Além dos benefícios à saúde mencionados, a água de Melissa também reduz a tosse, melhora dores de cabeça e auxilia o bom funcionamento renal graças a sua ação diurética, prevenindo problemas futuros.

O extrato é bem recebido pelo corpo e pode causar em algumas pessoas, em situações raras, náusea, sonolência, apetite elevado e tontura.

  • Forma de consumo

O extrato será ministrado por via oral, mas de forma diferente do chá. A água de Melissa é fornecida em gotas, sendo o máximo de 40 gotas misturadas à água potável e duas vezes ao dia para crianças com mais de 12 anos.

Para os adultos, o indicado são até 60 gotas misturadas à água potável e duas vezes ao dia. Não se tem registros de interações medicamentosas e alimentícias, mas apresenta sonolência, por isso não deve ser consumido quando for dirigir.

Quem não pode tomar a água de Melissa

Como visto anteriormente, quem possui problemas de tireóide e faz uso de medicação, tem problemas ao consumir o extrato da planta por interagir com o medicamento.

Por esse motivo, pessoas com esse problema e que tenham pressão alta ou glaucoma , não devem consumir a água de Melissa. Crianças abaixo dos 12 anos, somente com orientação médica.

beber chá de melissa

Dicas para melhor aproveitamento das propriedades do chá

Para aproveitar ainda mais as propriedade da Melissa, confira algumas dicas:

  • O indicado é consumir de 300 até 500 mg ao dia. Como uma xícara tem em torno de 100 mg, você pode beber de 3 a 5 xícaras para alcançar o valor máximo. Haja chá!;
  • Caso você plante a Melissa em casa, poderá secar o caule e as folhas em grande quantidade ao amarrar as partes e pendurar de ponta cabeça em um local seco e sem a luz do Sol, com uma boa ventilação;
  • O período de secagem gira em torno de uma a duas semanas. Após esse período, você consegue separar as partes facilmente, colocando as folhas em um pote e guardando em local sem incidência de luz e agradável.

Priorize o consumo de bebidas naturais, o corpo agradece!

Todas essas propriedades medicinais e benefícios à saúde só provam o quanto as bebidas naturais fazem bem ao organismo. Além disso, um chá nas horas vagas, para dormir ou quando o tempo estiver um pouco mais frio, combina perfeitamente.

Aproveite esse calmante natural para relaxar depois de um dia estressante, para ajudar com a retenção de líquidos e desintoxicar o corpo dos malefícios causados por bebidas artificiais.

Seu organismo e sua saúde agradecem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui