Como baixar a creatinina?

249
proteína

Como baixar a creatinina? A creatinina alta no sangue acontece devido a alterações nos rins, podendo ser causada por situações simples, como desidratação, consumo de muita proteína, do suplemento de creatina ou por problemas de saúde mais sérios como infecção renal, diabetes e pressão alta. Os sintomas geralmente são cansaço excessivo, náuseas e vômitos.

É uma substância produzida pelos músculos e que é eliminada pelos rins, através da urina. Por isso, ficar de olho nos níveis de creatinina no sangue e na urina é uma forma de verificar as funções dos rins.

Principais causas de creatinina 

Excesso de atividade física

Realizar atividades físicas de forma excessiva pode levar ao aumento da quantidade de creatinina no sangue, não estando necessariamente relacionada com alterações renais, mas sim com a quantidade de massa muscular que a pessoa possui, pois a creatinina é produzida nos músculos.

Desidratação

A Desidratação aumenta a concentração da urina nos rins, o que dificulta o funcionamento desse órgão e diminui a filtração do sangue, aumentando a concentração de creatinina no organismo.

Ingestão alta de proteína

Principalmente os atletas e praticantes de atividades físicas de alta intensidade, consomem altas quantidades de proteína, como carne, ovo, peixe e frango. Isso aumenta o consumo de creatina fosfato nos músculos, uma enzima que, quando utilizada pelos músculos produz a creatinina, causando o aumento dessa substância no sangue.

Consumo elevado de creatina

A creatina é convertida em creatinina no organismo. A ingestão desse suplemento deve ser recomendada por um nutricionista, de acordo com o objetivo de cada pessoa.

Pressão alta

A pressão alta pode causar lesões nos vasos sanguíneos, o que diminui a circulação de sangue e atrapalha a capacidade dos rins de filtrar o sangue, causando o acúmulo de creatinina no sangue.

Pré-eclâmpsia

É uma complicação da gravidez em que há alterações nos vasos sanguíneos, diminuindo a circulação do sangue e aumentando a pressão arterial. Isso pode causar lesão nos rins e acúmulo de creatinina no sangue, colocando em risco a vida da mãe e do bebe.

Infecção nos rins

Esta infecção pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos, que podem estar presentes naturalmente no sistema urinário. O aumento da creatinina geralmente ocorre quando a infecção é crônica, permitindo a permanência da bactéria nos rins e favorecendo lesões.

Diabetes

A diabetes Ocorre quando os níveis de glicose no sangue estão altos e não são tratados de acordo com a orientação do médico, podendo causar complicações, como alterações nas funções dos rins, o que pode levar ao aumento do nível de creatinina no sangue.

Insuficiência renal

É uma situação caracterizada pela alteração no funcionamento dos rins, de forma que esses órgãos perdem a capacidade de filtrar o sangue corretamente, resultando no acúmulo de creatinina no sangue. Ela pode ser causada devido a diminuição da circulação sanguínea, como no caso de pressão alta, desidratação, uso excessivo de suplementos proteicos ou uso errado de medicamentos.

falta de apetite

Sintomas de creatinina alta

Se a creatinina no sangue estiver acima dos valores normais de referência indicados pelo laboratório, podem surgir alguns sinais e sintomas:

  • Cansaço
  • Perda de apetite
  • Náuseas
  • Falta de ar
  • Coceiras no corpo
  • Inchaço

Se a pessoa tiver o nível de creatinina muito acima do valor normal de referência ou tiver histórico de alterações renais na família, pode ter esses sintomas que mencionamos acima.

Para diagnosticar, geralmente o nefrologista ou o clínico geral avalia os sinais e sintomas apresentados pela pessoa, assim como o estado geral de saúde e o histórico de doenças.

Além disso, o médico também pode recomendar um exame de sangue para dosar a quantidade de creatinina no organismo.

Se os níveis estiverem acima do valor recomendado, o médico pode solicitar o exame de urina de 24 horas e o exame de clearence de creatinina, pois assim é possível saber se a alteração nos níveis de creatinina está relacionada ou não com os rins, e assim, iniciar o tratamento adequado.

Como baixar a creatinina rapidamente?

Com medicamentos corretos, correção dos fatores agressivos e controle da hipertensão e diabetes se houver, pode melhorar a vida do paciente e também manter o nível de creatinina estável no organismo.

Em média, os rins filtram algo em torno de 100 ml/min de sangue, muitas vezes os médicos usam o valor em percentual para facilitar a compreensão.

Assim, uma taxa de filtração de 50ml/min pode ser considerada como rins que funcionam 50%.

Quando se fala em função renal, sempre nos referimos aos dois rins.

Quando os rins começam a funcionar de forma inadequada e a sua capacidade de filtrar o sangue ficam afetados, as concentrações de ureia e creatinina no sangue tendem a se elevar. Quanto mais alta for a creatinina sanguínea, mais grave será a insuficiência renal.

Laranja e limão são ótimas frutas para os rins. O citrato, presente nessas frutas, previne a formação dos cristais nos rins, por isso, os especialistas recomendam o consumo dessas frutas para quem apenas tem casos de pedras nos rins na família, como forma de prevenção.

Mas também há frutas que prejudicam os rins, que são:

  • Abacates, bananas, melão, laranjas, ameixas e kiwis
  • Frutos secos e desidratados
  • Alcachofras, couves, espinafres e batatas
  • Abóbora, aspargos, tomates e molhos com tomate
  • Produtos com farelo de trigo e aveia por exemplo e a granola.

O suco de limão, laranja e melão são bons para os rins, e ajudam a prevenir a formação de cálculos renais, pois são ligados ao cálcio da urina.

para baixar a creatinina deve diminuir o consumo de fast food

Quem tem insuficiência renal, deve evitar o uso de:

  • Sal
  • Temperos como tabletes de caldo de carne, molho de soja e molho inglês
  • Alimentos enlatados e comida pronta congelada
  • Salgadinhos de pacote, batata frita e bolachas com sal
  • Fast food
  • Sopas em pó ou enlatadas.

Se a pessoa estiver com infecção nos rins, a alimentação deve ser regulada para curar a infecção. Alimentos diuréticos como melancia, pepino e cenoura devem ser consumidos, além do suco de cranberry também ajuda a tratar e prevenir novas infecções.

O nível de creatinina no sangue no homem é de 0,7 a 1,3 mg/dl e de 0,6 a 1,1 mg/dl na mulher. Mais importante do que um nível absoluto de creatinina, é a tendência desses níveis em determinado prazo, pois um nível crescente por exemplo indica uma possível lesão nos rins.

Enquanto um nível de creatinina baixo, indica uma melhoria da função renal.

Existem algumas ervas que atuam como diuréticos naturais e ajudam a proporcionar alívio. Esses remédios herbais podem ser usados diariamente por algumas semanas ou até que seus níveis de creatinina sejam reduzidos.

É importante consultar um profissional de saúde antes de tomar essas ervas e suas combinações, porque eles podem interferir com certas drogas de prescrição ou pode não ser adequado para alguns casos, como para pacientes com histórico de pedras nos rins ou outras condições pré existentes.

Estudos mostram que alimentos químicos diminuem os níveis de creatinina em participantes que beberam chá de camomila.

A camomila irá trabalhar como um sedativo e induzir o relaxamento. Algumas xícaras de chá de camomila diariamente ajudarão a diminuir os níveis de creatinina.

A urtiga também pode ajudar a remover resíduos metabólicos e promover a excreção renal devido às suas propriedades diuréticas, além de purificar o sangue e melhorar a imunidade. Esse chá pode afinar o sangue e alterar a pressão arterial. Consulte um médico antes de usar qualquer desses chás e remédios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui