Dieta: emagreça pulando corda

48

Quem nunca brincou de pular corda quando era criança, provavelmente não faz parte da antiga geração, em que as crianças se divertiam, sozinhas ou em grupo, além de divertido, sempre aparecia uma música nova para acompanhar e colocar ritmo na brincadeira.  E apesar de parecer uma brincadeira de criança a corda pode ser uma excelente aliada na guerra contra a balança, pois ajuda a gastar calorias e trabalhar os músculos.

Emagrecer pulando corda

Aqueles que já experimentaram a brincadeira sabem o quando pular corda por alguns minutos pode tirar o fôlego e deixar as pernas bambas, principalmente se você faz parte do time de sedentários que não levantam da cadeira nem para pegar uma água, quem ainda não experimentou e acha que pular corda é apenas brincadeira de criança precisa abrir a cabeça e começar a olhar a corda de outro ângulo.

Confira algumas razões para ter a corda como nova aliada na luta contra a balança e cuidados para não se machucar com a atividade.

Benefícios de pular à corda

Primeiro que a atividade é extremamente cansativa, então ela deve mandar algumas calorias embora, certo? Certíssimo! Apenas 30 minutos de atividade em ritmo acelerado manda embora 600 calorias, caloria eliminada com uma atividade que pode ser prazerosa e divertida.

Mas os benefícios não param por ai, o exercício ainda desenvolve a agilidade e melhora a coordenação motora, promove condicionamento dos músculos do coração, trabalha músculos superiores e inferiores, com maior incidência nas pernas e glúteos. Para as mulheres que ainda não estão convencidas basta apenas mais uma informação, ele ajuda a mandar a celulite embora!

Cuidados a ter

Apesar de não ter contra-indicações, alguns cuidados devem ser tomados por quem deseja iniciar essa atividade. Primeiro a escolha de roupas que devem ser confortáveis e permitir uma boa transpiração, compatível com a atividade praticada. Outro detalhe importante é o tipo de tênis utilizado, nada de usar sandálias rasteiras ou chinelos. Como toda atividade o uso de calçados confortáveis e preparados para a atividade é importante, por isso é bom escolher um tênis com sistema de amortecimento para não causar grande impacto nas articulações e acabar se machucando.

Como toda atividade o ideal é começar devagar para evitar contusões e desgaste excessivo. Para quem nunca pulou corda a dica é pular corda durante um minuto sem interrupções e parar um minuto para recuperar o fôlego. Siga esse roteiro por 12 minutos, pule corda no mínimo três vezes por semana e, quando se sentir preparado, aumente o ritmo do exercício, mas faça isso uma vez na semana.

Outra dica importante é o comprimento. É importante escolher um tamanho adequado para você. Se a corda for muito comprida vai atrapalhar na hora de pular, se for curta demais pode prender nos pés e causar acidentes. Assim, a corda deve estar em um comprimento que fique confortável na hora de pular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui