Dieta para Diabéticos: qual a alimentação recomendada?

129
Dieta para Diabéticos

Se é diabético, deve ter muito mais cuidado com sua alimentação já que comer certos alimentos pode até contribuir para o agravamento da doença. Por norma, na dieta para diabetes deve-se evitar principalmente o consumo de açúcares simples, alimentos ricos em farinha branca, reduzir o consumo de grandes quantidades de carboidratos mesmo que sejam alimentos saudáveis como frutas, porque pode aumentar o índice glicêmico no sangue e descontrolar o diabetes. Tem diabetes e não sabe ainda que alimentos são permitidos e quais são os proibidos? Neste artigo, vamos mostrar uma dieta para diabéticos: o que deve incluir e retirar do seu cardápio e como pode melhorar o controle da doença.   

O que é a diabetes?

No geral, o diabetes é caracterizado pelo excesso de açúcar no sangue e pode ter diferentes causas: o pâncreas não produz insulina (diabetes tipo 1) ou a insulina produzida não consegue levar o açúcar para dentro das células devido a alterações no organismo que geram uma resistência no hormônio (diabetes tipo 2). Enquanto o diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, ou seja, desenvolvida pelo próprio organismo da pessoa sem fatores externos, e é uma doença crônica, o diabetes tipo 2 é o que aparece normalmente como consequência do excesso de peso e de uma alimentação não equilibrada, pelo que surge já na vida adulta. No entanto, é mais fácil de ser controlada e melhora muito com a perda de peso, adequação da dieta e prática de exercício físico.

Diabetes tem cura?

O diabetes não tem cura, sendo que no tipo 1 da doença há cada vez mais formas de controlar e melhorar os níveis de insulina e no tipo 2, se fizer uma alimentação saudável e equilibrada e praticar atividade física pode reduzir muito o número de medicamentos que toma e viver de forma mais descontraída.

Que rotina de alimentação devo adotar?

Se foi diagnosticado com diabetes saiba que os medicamentos não vão fazer o trabalho todo, vai precisar aliar os medicamentos receitados com uma alimentação saudável e ainda com a prática regular de exercício físico. 

Sendo que o diabetes é caracterizado pelos altos níveis de açúcar no sangue, consegue perceber à partida que a principal base da sua nova alimentação para controlar e melhorar seus níveis de glicemia no sangue é exatamente evitar o consumo de alimentos e grupos alimentares que aumentem os índices glicêmicos. Os principais alimentos que deve evitar a todo custo são aqueles ricos em açúcar, gorduras, carboidratos e sal como bolos, frituras, bebidas alcoólicas em excesso, refrigerantes, pães, geleias, enfim! 

Vai ter de ter muita paciência e alterar os seus hábitos alimentares de forma gradual e não drástica, pois para além disso o desmotivar também é algo bem difícil de fazer e desnecessário já que o que tem de fazer é começar a habituar-se a comer outro tipo de alimentos mais saudáveis e em outras quantidades. Veja abaixo quais alimentos são mais importantes e quais são os vilões para a sua nova dieta. 

Dieta para Diabéticos

Alimentos Permitidos 

Deve optar por alimentos ricos proteínas, fibras e gorduras boas, como por exemplo:

  • Legumes no geral, alimentos como batata, batata-doce, inhame e macaxeira podem ser consumidos, mas em quantidades bem pequenas pois são alimentos com elevada concentração de carboidratos
  • Frutas em geral, tome atenção às quantidades
  • Leguminosas, soja, ervilhas, lentilhas, grão-de-bico, feijão
  • Grãos, farinha de arroz, macarrão integral, aveia, pipocas, farinha de amêndoa
  • Carnes em geral, não pode é comer carnes processadas (presunto, salsicha, linguiça, bacon, salame…)
  • Leite e derivados, cuidado apenas com os iogurtes que escolhe, deve optar por iogurtes sem adição de açúcares. 

Alimentos Proibidos

Alimentos e grupos alimentares ricos em açúcares, sal e carboidratos simples, são os vilões de sua dieta e devem ser excluídos do seu cardápio:

  • Doces em geral
  • Bebidas açucaradas 
  • Bebidas alcoólicas
  • Açúcares
  • Alimentos ultraprocessados
  • Gorduras saturadas

Não se esqueça ainda de tomar mais atenção aos rótulos dos alimentos que está pensando comprar para consumir, porque muitas vezes os alimentos parecem inofensivos para a sua dieta, mas podem estar cheios de açúcar e esse aparecer escondido pelo nome de glicose, frutose, maltose, maltodextrina, açúcar invertido, xarope de glicose ou de milho.

Quantidade recomendada de frutas

As frutas têm o seu açúcar natural que se chama frutose, por isso, devem ser consumidas, mas em quantidades pequenas. A recomendação geral de consumo é de 1 porção de fruta por vez, por exemplo:

  • Em frutas como maçã, banana, laranja, pêra, como são consumidas inteiras deve optar apenas por comer 1 unidade
  • Frutas como melancia, melão, abacaxi, mamão, deve comer apenas 2 fatias finas no máximo
  • Cerejas e uvas (por exemplo) o recomendado é comer apenas 1 mão cheia destas frutinhas
  • Frutas secas como damasco, uva passa e ameixa, deve ser apenas 1 colher de sopa

O que deve mesmo adicionar no seu cardápio

Todos estes alimentos, de uma forma ou outra, auxiliam no regulamento, controlo e melhoramento dos níveis de glicose no sangue, por isso, devem constar no seu cardápio em quantidades balanceadas claro:

  • Canela
  • Oleaginosas 
  • Aveia 
  • Maçã
  • Brócolis
  • Carboidratos integrais 

Plano Alimentar 5 dias

Dia 1

Pequeno-almoço – 1 xícara de café sem açúcar + 2 fatias de pão integral com ovo

Lanche da manhã – 1 maçã + 10 castanhas de caju 

Almoço – peixe no forno com 2 batatas pequenas e legumes 

Lanche da tarde – 1 iogurte natural com 1 colher de sopa de aveia 

Jantar – almondegas com molho de tomate + salada de rúcula e cenoura + 3 colheres de sopa de arroz integral

Dia 2

Pequeno-almoço – 1 xícara de leite mago + 1 pão com pouca manteiga

Lanche da manhã – 1 banana amassada com 1 colher de chá de chia

Almoço – rosbife + 6 colheres de sopa de arroz integral + 2 cenouras assadas + salada de tomate

Lanche da tarde -1 iogurte natural com 1 fatia de pão integral com queijo 

Jantar – 1 filé de peixe com legumes salteados + 1 ovo cozido

Dia 3

Pequeno-almoço – 1 copo de café com leite + 1 torrada integral com 1 ovo mexido e 1 fatia de queijo

Lanche da manhã – 1 copo de suco verde

Almoço – macarrão integral com carne moída e molho de tomate + salada 

Lanche da tarde – 1 xícara de chá + 1 pão com 1 fatia de queijo

Jantar – risoto de legumes com salada de rúcula e tomate cereja 

Dia 4

Pequeno-almoço – 240mL de leite magro + 10 colheres de sopa de cereais de milho

Lanche da manhã – 4 bolachas de água e sal + 1 peça de fruta 

Almoço – sopa de legumes + prato com 90g de carne + 6 colheres de sopa de arroz + salada

Lanche da tarde – 1 copo de vitamina de abacate com ½ colher de sopa de mel de abelhas

Jantar – 1 filé de frango grelhado com salada de beterraba e cenoura e 3 colheres de sopa de arroz integral

Dia 5

Pequeno-almoço – 1 iogurte natural + 1 fatia de pão integral com manteiga e queijo

Lanche da manhã – 1 iogurte com 1 colher de chá de sementes de linhaça  

Almoço – 1 filé de frango + 4 colheres de sopa de arroz integral + 3 colheres de sopa de feijão + salada

Lanche da tarde – 1 xícara de café sem açúcar + 1 fatia de bolo integral + 5 castanhas de caju

Jantar – omelete de legumes + salada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui