Farinha de trigo: os vários tipos e todos os seus benefícios

17
farinha de trigo

Existem diversas farinhas, de diferentes cereais. Mas a farinha de trigo é a mais habitual, a que mais se ouve falar, pois é imprescindível para a elaboração do pão, dos bolos, do macarrão e outros alimentos. A mais utilizada é a farinha de trigo branca, mas existem outras variedades desta farinha, como é o caso da farinha de trigo integral, que tem vindo a ganhar mais fama, por ser considerada mais saudável. 

Farinha branca refinada

A farinha branca refinada é muito popular pois produz produtos assados mais leves do que a farinha de trigo integral e tem uma grande capacidade de produzir glúten. O processo de refinação da farinha faz com que sobrem menos vitaminas e fibras alimentares, e por isso a maioria das farinhas brancas é enriquecida de modo a substituir alguns nutrientes ausentes. Existem muitos tipos de farinha branca, tais como: 

Farinha de uso geral: feita a partir de uma mistura de trigo duro e mole, com um teor de proteína/glúten e amido médio, o que a torna adequada tanto para pães como bolos caseiros. Esta é conhecida como farinha tradicional do tipo 1.

Farinha branqueada: Quando recentemente moída, a farinha de trigo é ligeiramente amarelada. Para branquear, os fabricantes podem deixar a farinha envelhecer naturalmente, ou então acelerar o processo adicionando produtos químicos, produtos clarificadores. 

Farinha para pão: Esta farinha é feita inteiramente de trigo duro. Tem um alto teor de glúten que ajuda o pão a crescer mais pois este retém e mantém as bolhas de ar quando a massa é misturada e sovada. Também está disponível na forma de trigo integral.

Farinha para bolo: mais fina do que farinha de trigo de uso geral, a farinha de bolo é feita inteiramente de trigo mole. Devido ao seu baixo teor de glúten, é especialmente adequada para bolos com textura macia, pães rápidos, muffins e biscoitos.

Semolina: Seu alto teor de proteína a torna ideal para fazer macarrão, e também pode ser usada para fazer pão (fará um pão mais denso e mais borrachudo). Cria uma massa muito resistente e flexível, mas com menor elasticidade.

Farinha de trigo integral

No processo de moagem são apenas separados o farelo e o germe, que são visíveis na farinha como pequenas manchas marrons. Devido à presença do farelo, que dificulta o desenvolvimento do glúten, os produtos de panificação feitos de farinha de trigo integral são naturalmente mais pesados e densos do que aqueles feitos com farinha branca. Uma boa dica é misturar ambas as farinhas para obter os atributos quer da farinha integral, quer da branca.

No caso da farinha de trigo integral moída em pedra, os grãos de trigo são esmagados entre duas pedras pesadas e rotativas, de modo que o farelo e o germe permanecem com parte do grão. Como o óleo do germe é liberado durante esse processo, a farinha de pedra é mais suscetível à acidez. Nutricionalmente, não existe diferença entre a farinha integral de trigo produzida na pedra ou no processo industrial.

Benefícios da farinha de trigo integral

  • Não causa picos de insulina como a farinha branca;
  • Ajuda a combater o acúmulo de gordura abdominal;
  • É fonte de nutrientes importante como cálcio, ferro e vitaminas;
  • Ajuda a regularizar o intestino;
  • Pode ser uma boa aliada para emagrecer e manter o peso;
  • Ajuda a fornecer energia de maneira gradual;
  • Contém betaína, um aminoácido que ajuda no ganho de massa muscular;
  • É fonte de triptofano e vitamina B6;

Entre a farinha de trigo branca e a farinha de trigo integral você deve optar pela última. Diversos estudos têm vindo a mostrar que a farinha de trigo refinada não traz grandes benefícios para o ser humano, muito pelo contrário. Pode levar ao aumento da taxa de colesterol, à perda de massa óssea, ao aparecimento de diabetes, entre outras coisas. Desse modo é importante que reduza o consumo da farinha de trigo branca refinada, cuidando assim da sua saúde. 

bolinho de chuva

Receitas com farinha de trigo branca

Bolinho de chuva

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 2 unidades de ovo
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 4 colheres (sopa) de açúcar

Modo de preparo: bata o açúcar com os ovos e junte os demais ingredientes. Em seguida frite às colheradas em fogo baixo. Por último passe em açúcar misturado com canela.

panqueca com mirtilos

Receitas com farinha de trigo integral

Panqueca com farinha de trigo integral

Ingredientes:

  • 1 xícara de farinha integral
  • 1 xícara de leite
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de óleo de coco
  • Aroma de baunilha qb

Modo de preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador por dois minutos. Utilize uma frigideira para fritar as panquecas, unte com um fio de óleo e leve ao fogo até aquecer. Deixe dourar por baixo em seguida vire do outro lado e deixe dourar. Use o molho e recheio de sua preferência.

esfilha integral

Esfilha integral

Ingredientes:

Massa:

  • 1 ¾ xícara de farinha integral
  • 1 xícara de iogurte grego
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Recheio:

  • 250g de patinho moído
  • sal a gosto
  • 10 tomate cereja
  • ½ limão
  • Pimenta a gosto

Modo de preparo: 

Misture todos os ingredientes para a massa da esfilha. Guarde durante umas horas. Faça uma bola com a massa, espalme e corte em triângulos. Estique cada triângulo e obtenha o formato da sua esfilha. Comece a temperar o patinho moído, com o sal, o tomate cereja, limão e pimenta a gosto. Espalhe o recheio pela massa da esfilha. Leve ao forno a 200 ° C cerca de 20 minutos.

bolo de farinha de trigo integral

Bolo de farinha integral

Ingredientes:

  •  3 unidades de gema de ovo peneiradas
  • 1 xícara de margarina
  • 1½ xícaras de açúcar (240 gramas)
  • 3 xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 colher de sopa de fermento químico em pó
  • 3 unidades de clara de ovo (batidas em neve)
  • 1 xícara de leite (240 mililitros)

Modo de preparo: comece por bater as gemas de ovo, a margarina e o açúcar na batedeira até formar um creme esbranquiçado. Peneire a farinha com o fermento e acrescente à mistura aos poucos, alternando com o leite. Bata as claras em neve e incorpore, misturando delicadamente com uma espátula. Leve a mistura para uma forma média previamente untada e enfarinhada e leve a assar em forno médio, preaquecido a 180 º C, por cerca de 30 minutos. Para saber se o bolo integral está pronto, faça o teste do palito. Espere que o bolo esfrie um pouco e desenforme. Está pronto a comer! Se desejar, cubra o seu bolo com açúcar de confeiteiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui