O que é o alongamento e a sua importância

32
O que é o alongamento

Já pensou no quão é importante o alongamento diário para a sua saúde? Se nunca pensou, então comece por aplicar ele na sua rotina. Ele é considerado um exercício de flexibilidade que qualquer pessoa, com peso a mais ou a menos, pode fazer. Ele é essencial para cuidar e reparar o seu corpo, permitindo que os seus movimentos diários sejam executados, sem quaisquer dificuldades físicas. Além do mais, você não precisa de ir para uma academia para fazer o alongamento. Você pode fazer em sua casa, logo ao despertar, antes de ir para mais um dia de trabalho.

O alongamento é fundamental para você obter o seu equilíbrio corporal no seu dia-a-dia, sem necessitar de exigir muitos esforços por parte do seu corpo. Basta apenas dar tempo ao que o seu corpo pede no alongamento. Grande parte das pessoas que exercita o alongamento pela manhã, diz que o seu corpo, bem como, a sua mente, entram em modo zen. Permitindo atenuar os seus níveis de stresse e de ansiedade. Contribuindo para a tranquilidade nos seus afazeres e boa disposição.

Quer saber mais? Então continue lendo este artigo acerca da definição do alongamento, bem como, da sua importância para o bem-estar da nossa saúde.

Definição de alongamento: quais os seus benefícios?

O alongamento corresponde a um exercício físico que permite melhorar a sua flexibilidade corporal. Através do aquecimento da sua musculatura. Este fenómeno ocorre quando exercita a elasticidade dos seus músculos a partir da prática do alongamento entre as suas várias partes do corpo. Permitindo melhorar a sua performance, nos seus movimentos diários, evitando a problemática das dificuldades de mobilidade. Então, ele é ótimo para quem passa o dia todo sentado, mas também para quem anda o dia todo. Além do mais, pode ser praticado por quem não tem qualquer atividade física, mas que pretende melhorar a qualidade dos seus movimentos. Como também, para quem pretende desconectar do mundo e ligar o seu corpo e mente como um todo, durante um breve período de tempo. Logo, você pode constatar que qualquer pessoa pode praticar o alongamento. Ele contribui, fortemente, para que não tenha lesões no seu corpo através da ativação saudável dos “mecanismos” do seu sistema muscular. 

São vários os benefícios na prática do alongamento tais como: melhora o seu foco no desenrolar das suas ações diárias; contribui para a boa movimentação do seu corpo; liberta a sua mente e influencia na sua conexão ao mundo; melhora a sua postura; e contribui para a sua boa circulação sanguínea. 

Por norma, os equipamentos utilizados são: as fitas de elástico, o bloco de yoga, o cinto de alongar, e a colchonete. 

Quanto tempo devo dedicar a alongar?

Não existe um período pré-definido. No entanto, para quem tem uma má flexibilidade, isto é, que tem dificuldades nas suas movimentações, deve praticar o alongamento, diariamente. Pode dedicar cerca de 15 a 20 minutos para praticar o alongamento. Eu aconselho você fazer o alongamento logo pela manhã e ao final do dia, para libertar as energias que absorveu. Lembre-se que deve contar com o tempo de aquecimento do seu corpo para evitar lesões na sua lombar, coluna, cervical e no nervo ciático. Bem como, nas restantes partes do corpo que estão interligadas.  

Deve alongar, continuamente, todos os dias. Nunca excedendo as 4 semanas, após a última prática do alongamento. Ele só vai funcionar se for praticado todos os dias, sem exageros. 

alongamento

Pratique o aquecimento do seu corpo

Para realizar o alongamento de forma adequada para a saúde do seu corpo, deve efetuar um conjunto de exercícios de pré-aquecimento. Para que você o consiga praticar do bom jeito, dou-lhe um exemplo de uma sequência de exercícios que poderá executar, antes de alongar.  A sequência é a seguinte:

  1. Rodar a sua cabeça cerca de 20 vezes. Rodando de frente, para a direita, de trás para a esquerda e regressa, novamente, para a frente (chamado de “movimento circular”). Coloque direito o seu corpo, posicionando de forma reta os seus braços e as suas pernas;
  2. Rodar os seus braços de frente para trás e de trás para frente. Repetindo cerca de 10 vezes cada uma das diferentes rotações.
  3. Movimentar 20 vezes a sua anca fazendo a trajetória de um círculo. Dividindo de 10 em 10, a cada mudança de rotação. 
  4. Sacuda o seu corpo através do agitar, de cima para baixo, das suas pernas e braços;
  5. Entrelace as suas mãos e faça circular os seus pulsos durante cerca de 1 min;
  6. Faça 10 rotações em cada tornozelo dos seus pés.

Tipos de alongamento

Existem alguns tipos de alongamento do corpo tais como: alongamento lombar, alongamento cervical e alongamento ciático. Então vou dar para você uma breve definição de cada uma para melhor perceber a sua aplicação. Eu aconselho você adequar o seu alongamento de acordo com as caraterísticas do seu corpo, para não desajustar determinadas práticas que poderão causar desconforto muscular. Algumas pessoas têm partes do corpo mais sensíveis que outras. Logo, deve ter em atenção a forma como posiciona o seu corpo para não denegrir essas partes. Lembre-se que o alongamento é para melhorar a qualidade dos seus movimentos e não o oposto. Muito menos, para piorar a saúde dos restantes constituintes do seu corpo. 

Comecemos com o alongamento lombar. Este tipo de alongamento é realizado para fletir a sua lombar. Sabia que é uma das maiores causas de saúde das pessoas, quando faltam ao trabalho? E a sua maior frequência é nos países onde há maior industrialização. Impressionante! A nossa lombar é composta por um conjunto de vértebras que estão interligadas à nossa anca, pernas e tórax. O alongamento lombar corresponde a exercícios que vão ativar a sua flexibilidade na zona lombar. Como por exemplo, quando você está deitada na colchonete e coloca a sua barriga para cima, apoiando o seu pescoço, cabeça, braços e pés. 

Alongamento lombar

O alongamento cervical refere-se à ativação dos músculos pertencentes à zona cervical. Como por exemplo, quando pressiona a sua cabeça com um dos braços para o lado do mesmo braço, deixando parado por uns breves segundos. 

Por fim, o alongamento ciático está relacionado com a promoção da flexibilidade nos músculos que rodeiam o nervo ciático. Permitindo a melhoria da flexibilidade das suas pernas. Este nervo corresponde ao nervo com maior amplitude no nosso corpo, começando desde a nossa coluna lombar até aos nossos pés. Um exemplo de exercícios, é: o alongamento da sua coxa. Ocorre quando você está deitada na colchonete e eleva umas das coxas para cima, deixando nessa posição por algum tempo.

Diferença entre o alongamento estático e o dinâmico 

O alongamento estático corresponde a um conjunto de exercícios, que têm como objetivo pressionar os músculos, esticando-os em cerca de 20 a 30 segundos, numa mesma posição (parada). No entanto de realçar que no caso dos idosos, deve ser de 30 a 60 segundos. Estes exercícios são para ser executados em apenas 2 dias a cada semana. O tempo que dedica é sempre o mesmo. 

Enquanto, o alongamento dinâmico, representa um grupo de exercícios que têm como objetivo movimentar os seus músculos de forma diversa. Logo, é dinâmico porque não tem o seu corpo parado, mas em constante movimento. No alongamento dinâmico, contrariamente ao alongamento estático, a dificuldade vai aumentando conforme a prática que vai tendo. No entanto, deve ter em atenção a intensidade deste alongamento porque deve ser fraca intensidade. 

Para obter uma melhor performance no alongamento, crie um planejamento de exercícios diários e faça por os cumprir, adequando sempre, aos seus esforços do dia-a-dia para não acumular cansaço. Este serve como teste da sua dor muscular. Além disso, deve alimentar-se de forma saudável, bebendo líquidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui