Veja como diminuir a barriga cortando 3 alimentos

2

Quem não quer ter a barriga sequinha, sem nenhuma gordurinha? Todos, não é mesmo. Mas devemos ter cuidado, pois muitas vezes acabamos prejudicando a saúde em nome do corpo ideal.

Seguimos dietas radicais que excluem grupos de alimentos de extrema importância para o bom funcionamento do organismo. Passamos períodos muitos longos sem nos alimentarmos achando que isso não trará danos ao organismo. A saúde deve sempre ser primordial, a estética secundária. Claro que ter um corpo bonito, que nos agrade é maravilhoso. Nos sentimos mais seguras e tudo flui melhor, mas para isso não precisamos cometer loucuras. O que devemos fazer é  seguir uma alimentação saudável e praticar atividade física regular. Não somente enquanto estamos em processo de perda de peso, mas sim, para sempre. Pois depois que alcançamos nosso objetivo devemos mantê-lo.

Devemos seguir algumas regrinhas que são fundamentais para evitar o acúmulo de gordura no corpo e manter a saúde em dia. Alimentarmos de 3 em 3 horas é importante porque períodos longos de jejum acumulam a energia na forma de gordura, pois o organismo não sabe  a hora que iremos abastece-lo novamente. Preferir sempre alimentos que nos auxiliem nesse processo como alimentos termogênicos que aceleram o metabolismo e alimentos de baixo índice glicêmico que liberam o açúcar no sangue lentamente proporcionando assim uma sensação de saciedade mais duradoura.

Veja-como-diminuir-a-barriga-cortando-3-alimentos-01 (1)

Alimentos ricos em fibras auxiliam no trânsito intestinal eliminando assim toxinas prejudiciais ao organismo. O bom funcionamento do intestino está associado diretamente com o fortalecimento de nossa imunidade e até mesmo a aparência de nossa pele e cabelos. Evite frituras, doces e refrigerantes esses  alimentos possuem calorias vazias, ou seja não trazem nenhum benefícios ao nosso organismo e o pior são nocivos a nossa saúde.

Como há alimentos que podem nos auxiliar na aceleração do emagrecimento, há também aqueles alimentos que dificultam, tornando a perca de peso mais lenta. Vamos conhecer alguns alimentos que ao serem excluídos de nosso cardápio diário, fará com que percamos peso e principalmente aquela gordurinha abdominal indesejável.

Glúten

Glúten, proteína vegetal que, no organismo de algumas pessoas mais sensíveis, pode provocar reações, entre elas diarreia, flatulência e fadiga. A sensibilidade mais comum é a doença celíaca, intolerância ao nutriente que atinge cerca de 1% da população, portanto, quem tem a doença, deve evitar do glúten. Se antes o glúten estava proibido somente( para indivíduos celiácos,( doença autoimune desencadeada pelo glúten que interfere intensamente na absorção de nutrientes pelo organismo) por ser uma proteína de difícil digestão. Atualmente no entanto, cada vez mais, médicos e nutricionistas vêm sugerindo a exclusão dessa proteína do cardápio quando o objetivo é emagrecer e assim, a dieta sem glúten está conquistando novos adeptos, interessados em perder peso ou ganhar saúde.

Farinha de trigo e seus derivados, como pão e macarrão, e proíbe qualquer alimento com aveia, malte, centeio e cevada, estão entre os alimentos que devem ser evitado. Como já referido anteriormente a difícil digestão dessa proteína dificulta o trânsito intestinal, proporcionando inchaço ao intestino e assim, nossa barriga projeta-se para frente.

Veja-como-diminuir-a-barriga-cortando-3-alimentos-02

Lactose

A lactose é o açúcar presente no leite e seus derivados.

Excluir do cardápio alimentos que contenham lactose (mas só por um determinado tempo) é recomendado por diversos nutricionista. A lactose provoca inflamação, nesse caso, há mais de uma substância com esse potencial – tanto o açúcar (lactose) quanto as proteínas do leite (beta lactoglobulina e caseína), que podem deixar seu organismo mais vulnerável ao ganho de peso.

Porém, nessa dieta, para que os efeitos positivos apareçam logo e consiga diminuir a barriga, é importante retirar do cardápio a manteiga, queijo e outros alimentos lácteos, substituindo-os pelo leite de soja, arroz ou amêndoa (à venda em lojas de produtos naturais e alguns supermercados).

Quanto à possível falta de cálcio pelo organismo, isso não acontece , pois substituiremos esses alimentos por folhas verde-escuras, amêndoa, semente de gergelim e tofu (queijo de soja), que também oferecem uma boa dose desse mineral, e também não faltam carboidratos integrais, proteínas magras e gorduras boas.

A lactose no organismo provoca efeitos como barriga estufada, que costuma vir acompanhada de desconforto gástrico e excesso de gases.

Alimentos industrializados

Possuem conservantes e aditivos químicos em sua composição. Pobres em nutrientes, prejudicam a absorção de vitaminas e minerais que são fundamentais para o nosso organismo. Ainda são riquíssimos em sódio, que favorecem o inchaço e a formação da barriguinha. O consumo recomendado é de 2100mg de sódio por dia, mas apenas uma porção de alimentos industrializados pode conter mais de 1000mg. Evite: salgadinhos de pacote, molhos prontos, biscoitos, entre outros alimentos.

A exclusão desses alimentos deve ser aliada a uma atividade física regular para conseguirmos diminuir barriguinha. Mas cuidado a exclusão desses alimentos deve ser seguida por no máximo 5 semanas se você apresentar algum sintoma como fraqueza, tonturas e desanimo, volte a inclui-los. Se você desejar excluir alguns desses alimentos definitivamente procure um médico especializado para ele orientar quais os alimentos que você deverá incluir em sua alimentação para a substituição e a quantidade necessária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui