Dieta certa para um emagrecimento saudável

40
Dicas de alimentação saudável

A luta contra a balança é constante e todas nós desejamos um emagrecimento saudável. Quem não deseja perder ou manter o peso? São vários os fatores que são responsáveis pelo aumento de peso e pela dificuldade em o perder.

Devido a correria do dia a dia, buscamos alimentos práticos e fáceis de preparar. Mas a maioria desses alimentos são nocivos a saúde de nosso organismo. Eles possuem uma enorme quantidade de aditivos químicos e sódio. Stress, ansiedade, depressão, sedentarismo e distúrbios hormonais são alguns dos problemas que levam ao aumento de peso.

Mudando a alimentação e adotando um treino de uma hora, por pelo menos três vezes por semana, é possível perder de 2 a 4 kg por mês. Vai depender do gasto energético de cada um e de quanto tem a perder. Esse valor é seguro, pois não haverá perda de massa magra.

Dietas radicais são perigosas. Elas trazem danos a saúde, baixam a imunidade, diminui nossa composição de massa magra e corremos o risco de quando pararmos de seguir a dieta ( o que é inevitável, pois essas dietas costumam excluir grupos importantes de alimentos, engordarmos tudo que perdemos ou até adquirimos mais alguns quilinhos extra.

Primeiro passo é a mudança de hábito alimentar. Devemos incluir em nossa alimentação diária alimentos funcionais (que auxiliam no processo de emagrecimento) e que trazem benefícios a saúde do nosso organismo.

Alimentos termogênicos, que aceleram nosso metabolismo basal, alimentos de baixo índice glicêmico, liberam o açúcar lentamente na corrente sanguínea. Desta maneira, teremos uma sensação de saciedade mais duradoura. Quando os níveis de açúcar se elevam excessivamente há maior tendência do organismo armazenar gordura, favorecendo o aumento de peso. Os alimentos que pertencem a esse grupo (BIG) são ricos em fibras, responsáveis por fazer a saciedade durar mais tempo e regularizam o trânsito intestinal.

cenoura crua

Alimentos de baixo índice glicêmico

  • Cenoura crua (16)
  • Brócolis, pepino, berinjela, espinafre, alface, tomate e repolho (20)
  • Lentilhas (38)
  • Ravióli integral, leite integral e abobrinha (39)
  • Batata-doce e feijão-manteiga (44)
  • Pão integral, ervilha fresca e iogurte com açúcar (48)
  • Maçã (52)
  • Aveia (55)
  • Amendoim (21)

Alimentos ricos em fibras solúveis, no intestino, a fibra solúvel tem a propriedade de diminuir parte da absorção da gordura e do açúcar presente nos alimentos, elas colaboram com o controle e até mesmo na redução nos níveis colesterol sérico, triglicérides, redução da insulina no sangue.

Alimentos:

  • Cenoura
  • abacaxi
  • bergamota
  • manga
  • maçã
  • laranja
  • grão de bico
  • feijão
  • lentilha,
  • legumes como ervilha
  • farelo de aveia

É importante lembrar que, para esses alimentos alcançar o efeito prometido, devem ser inclusos em nossa alimentação diária e em uma quantidade relevante.

Devemos nos alimentar de 3 em 3 horas. Isso é importante para que nossa massa magra não diminua. Quando fazemos jejuns prolongados o organismo vai buscar nos músculos a energia necessária para realizar tarefas vitais, consequentemente nosso índice de massa magra diminui. A energia que já “ingerimos” o organismo armazenará como gordura, pois não sabe quando o reabasteceremos novamente. E geralmente quando ficamos muito tempo sem comer, na refeição seguinte estaremos com mais fome.

Uma alimentação saudável é importante não apenas para estética, mas também para melhor qualidade de vida. Alimentação correta previne inúmeras doenças, como diabetes, problemas cardiovasculares, cardíacos, hipertensão entre outros.

Temos que por a saúde em primeiro lugar. Senão ao invés de perder peso perderemos a saúde. Temos que separar tempo para preparar nossa refeição. Não adianta vivermos correndo e estressados, e recorrer há alimentos industrializados por sua praticidade e rapidez de preparo, sendo que dali a poucos minutos estarão com fome. Isso ocorre porque não nos alimentamos, apenas comemos. Se não arranjarmos tempo para cuidar da saúde teremos que arranjar para cuidar da doença.

emagrecimento saudável

Uma dieta adequada é uma dieta que segue um plano alimentar individualizado. Para isso é necessário que um médico especializado seja consultado. Para uma dieta ter sucesso é necessário que o nutricionista tenha conhecimento da realidade do paciente, ou seja, sua atividade ocupacional, suas rotinas, horários, disponibilidade financeira, hábitos regionais, entre outros, por isso a importância plano alimentar individualizado. Muitas vezes o sobre peso pode estar associado a vários fatores que não somente o consumo excessivo de comida, como já mencionado anteriormente.

Nossa composição corporal vária de pessoa para pessoa, portanto torna-se essencial que seja feito um diagnóstico, onde serão avaliado os resultados das avaliações antropométrica, clínica, bioquímica. A partir daí será feito um cálculo onde se conhecerá a necessidade nutricional de cada pessoa.

Mesmo que cada indivíduo necessite de um plano personalizado, algumas regras serão gerais. Beber 2 litros de água diariamente, praticar exercícios físico regularmente (para também evitar o ganho de peso ou manter os quilos eliminados), alimentação fracionada(de 3 em 3 horas).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui